Com o tempo, o tema sustentabilidade tem ganhado força, principalmente relacionado aos desperdícios que durante o nosso cotidiano. Nos condomínios não foi diferente. O consumo consciente de água e luz, a coleta seletiva, entre outras tópicos, precisam fazer parte da sua gestão.

Além de tomar atitudes que são mais econômicas para todo o condomínio, o seu valor de patrimônio também aumenta por conta da procura por essa postura no mercado em geral.

Vamos mostrar a você algumas ações que podem ser tomadas para te ajudar a deixar o seu condomínio mais sustentável.

Economia de água

A parte hídrica com certeza merece atenção. Eliminar totalmente o desperdício de água virou uma obrigação. Lembrando que implementando o consumo consciente, a conta também irá diminuir.

Vazamentos são a causa principal de desperdícios. Faça uma inspeção em todos os locais que fazem uso de água. É fundamental que essa inspeção minuciosa seja feita antes de qualquer tipo de investimento

Uma boa medida é a troca das torneiras de jardim por torneiras com chaveamento, fazendo com que apenas os funcionários do condomínio tenham a chave.

Usar pano ao invés de água onde for possível. Ás vezes fazemos esse tipo de limpeza por força do hábito, quando na verdade estamos consumindo bem mais do que seria necessário. Um exemplo de onde poderia ser substituído os baldes de água por pano são nos pisos.

Outra ação que vale a pena dar uma olhada é referente a captação de água da chuva. Com uma adaptação relativamente simples, é possível fazer um sistema de tratamento onde a água que tratada que escorreu, é bombeada para uma torneira. Geralmente, os condomínios já tem 80% de todo esse sistema já pronto. E nos condomínios onde não é possível fazer esse aproveitamento, o investimento não é grande, o que torna essa ideia ainda mais atrativa.

Ainda assim, é necessário que não somente a administração do condomínio tome estas medidas. Portanto, incentivar um programa de uso racional do uso de água deve ser feito. Os hábitos mais simples fazem a diferença, e se todo o condôminos tiverem hábitos conscientes, a economia gerada deve ser bem elevada.

Economia de energia

Para economizar energia, existem investimentos que podem ser adotados que garantem uma redução significativa nos custos. O primeiro deles é a substituição das lâmpadas fluorescentes por LED’s. Além de consumirem menos energia, a sua durabilidade também é superior, e o impacto gerado no meio ambiente é muito menor.

Outra investimento que pode ser feito, é em relação a energia solar. Alguns edifícios já possuem essa tecnologia, assim como poucas residências também. O maior atrativo está na questão do desconto oferecido pela CPFL na hora da instalação. Essa vantagem vem da campanha PromoSolar, Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e é totalmente voltada para condomínios.

Coleta seletiva

Também é preciso ter uma atenção voltada para a gestão do lixo no seu condomínio. Com boa parte da população em quarentena, boa parte dos lixos que iam para os comércios, passou a ficar concentrado nas casas.

É possível fazer a implementação da coleta seletiva de duas formas: a primeira através de um programa já criado por uma ONG ou cooperativa; e a segunda como um projeto independente (o que precisará de mais planejamento para ser feito corretamente).

Conclusão

É possível fazer mais pelo meio ambiente dentro do seu condomínio. A coisa mais importante é todos, tanto administração e condôminos, estarem dispostos a fazer essa mudança. Mudar a mentalidade no começo nunca é fácil, e ajustes eventualmente precisaram ser feitos. Isso não quer dizer que um consumo mais consciente não funciona, mas na verdade que adaptações precisam ser feitas.

Quanto mais pessoas aderirem a essa forma de pensar, melhor todo o ambiente irá ficar.

É necessário fazer a mudança.

Fonte: SindicoNet

 

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...

Área do Cliente